terça-feira, 1 de agosto de 2017

Homem atira contra base da PM no bairro de Mãe Luíza, em Natal

Um homem ainda não identificado atirou contra a base da Polícia Militar no bairro de Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal, nesta terça-feira (01/08). O suspeito foi preso pela PM logo após o atentado, que aconteceu no início da tarde, de acordo com o Comando do Policiamento Metropolitano (CPM).
O tenente-coronel Zacarias Mendonça, comandante do CPM, informou que o suspeito se aproximou da base policial, atirou e fugiu. O homem utilizou uma espingarda de calibre 12 para efetuar o disparo, que atingiu a parede lateral do prédio, segundo o tenente-coronel.
Desde a semana passada os ânimos estão acirrados em Mãe Luíza. O bairro é conhecido por ser a localidade de origem do Sindicato do Crime do RN, facção que atua no Rio Grande do Norte. Na segunda-feira dia 24 de julho, policiais do 1º Batalhão da PM subiram a comunidade para arrancar cartazes supostamente colados por membros da organização criminosa.
Os comunicados foram fixados em locais públicos e afrontavam o aparato de segurança do Estado, quando informavam que a facção teria tomado o controle do bairro. Dentre as "ordens" do Sindicato do Crime presentes nos cartazes, estão a de não chamar a polícia ao ver pessoas armadas na rua, não usar drogas na frente de crianças e "não cobiçar a mulher do próximo". Os informes também foram vistos em cidades do interior.
No sábado passado, dia 29 de julho, um morador de Mãe Luíza morreu vítima de uma bala perdida durante um confronto entre a Polícia Militar e supostos criminosos. O eletricista Francisco Ramos da Silva tinha de 61 anos de idade. Além dele, um homem identificado Victor Matheus Câmara de Azevedo também foi alvejado e morreu no local. Segundo o Comando de Policiamento Metropolitano, ele atirou contra os policiais.
O tiroteio aconteceu depois que a PM recebeu um chamado informando sobre a presença de drogas com um grupo de homens que estava na Rua Saquarema. O CPM disse ao G1 que, ao chegarem ao local indicado, os policiais foram recebidos à bala. Ninguém foi preso.

Fonte: G1 RN 

Nenhum comentário:

Postar um comentário