quinta-feira, 9 de março de 2017

Delator diz que dinheiro de Malafaia foi de fato uma oferta religiosa, não propina ou lavagem de dinheiro

Um advogado investigado na operação Timóteo, que investiga fraudes no Departamento Nacional de Produção Mineral, afirmou na negociação da delação que os R$ 100 mil recebidos por Silas Malafaia foram de fato uma oferta.
Não de propina ou de lavagem de dinheiro, mas religiosa mesmo.

Fonte: Lauro Jardim – O Globo por Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário