domingo, 22 de janeiro de 2017

GOE encontra túnel em presídio da Grande Natal

Presos passaram por revista neste sábado (21) na Penitenciária Estadual de Parnamirim (Foto: G1/RN)
Presos passaram por revista neste sábado (21) na Penitenciária Estadual de Parnamirim (Foto: G1/RN)
Agentes penitenciários descobriram um túnel escavado em um banheiro do pavilhão 1 da Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal. A descoberta foi feita neste sábado (21) pelo Grupo de Operações Especiais (GOE), unidade de elite da Secretaria de Justiça e Cidadania. Segundo a direção do presídio, o PEP possui atualmente 654 presos. A capacidade, no entanto, é para 288.
"Encontramos um túnel e evitamos que os presos fugissem. Este é o nosso trabalho: zelar pela integridade do sistema prisional e a segurança da população", disse Leonardo Alves, comandante do GOE.
Ainda de acordo com o comandante do GOE, a revista foi feita após a suspeita de que os detentos estavam se preparando para escapar nos próximos dias. “Nosso setor de inteligência nos passou essa informação e agimos rápido”, acrescentou.
Ano passado, 373 detentos escaparam do sistema prisional potiguar. Em 2015, foram 212.
Apesar da escavação, não foram encontradas armas nem telefones. O PEP, como é chamada a Penitenciária Estadual de Parnamirim, foi a primeira unidade prisional do estado a receber bloqueadores de celular. Também têm o equipamento a Cadeia Pública de Nova Cruz e a Penitenciária Estadual de Alcaçuz – onde no final de semana pelo menos 26 presos foram mortos. Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal.
Na quinta (19), após novo enfrentamento em Alcaçuz, muitos presos ficaram feridos. A PM confirma que há novos mortos dentro da unidade, mas não informou o número. Neste sábado, enquanto os contêineres eram posicionados, equipes do Instituto Técnico de Perícia (Itep) encontraram e recolheram duas cabeças, um antebraço, um braço e uma perna.

Fonte: G1 RN
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário