quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

”Fui obrigada”, diz suspeita de matar, esquartejar e queimar tio do caicoense, vereador Leleu Fontes

0a
A Polícia Civil divulgou na tarde desta quarta-feira (14) vídeos que mostram as confissões dos três suspeitos de terem matado, esquartejado e queimado um idoso de 71 anos em Apodi, cidade do Oeste potiguar. Entre eles estão duas mulheres, mãe e filha. "Fui obrigada", disse Francisca Maria, de 38 anos. "Ela me forçou a carregar o corpo com ela", relatou Francisca Kassandra, de 20, filha de Maria. O outro preso é Maykon Kelly, 30, padrasto de Kassandra
Augusto Fernandes de Freitas desapareceu na última sexta (9) e o corpo dele foi encontrado nesta terça (13). Os três suspeitos foram presos nesta quarta-feira. Segundo o comandante da Polícia Militar de Apodi, tenente Júlio Batista, as duas mulheres teriam matado o homem para roubar itens da casa.
A primeira a prestar depoimento foi Francisca Maria, que confessou ser autora do assassinato. “Se eu não matasse, ele iria me matar”, afirma a mulher. Segundo a Polícia Civil, Augusto foi morto por enforcamento. “O meu erro foi envolver uma filha minha para carregar o corpo”, lamentou.
A segunda, Francisca Kassandra, filha de Francisca Maria, disse que foi obrigada pela mãe e que se arrepende de ter ajudado. "Agora eu estou muito arrependida, eu não pensei nos meus filhos. Estou com medo", afirmou.
Maykon Kelly afirmou para a polícia que tinha um relacionamento com Francisca Maria e que a mesma teria pedido ajuda para fazer uma mudança de alguns objetos que estavam na casa da vítima. "Não fui eu, foi a minha esposa que dizia que gostava de mim, me iludiu e pediu pra eu fazer uma mudança com ela", afirmou. No vídeo, ele também contou que ajudou a carregar algumas bacias para um terreno e que depois teria ateado fogo.
Segundo a PM, partes do corpo do idoso estavam nessas bacias. Imagens de câmeras de segurança divulgadas pela PM mostram as duas mulheres entrando na casa da vítima carregando sacolas. Cerca de 20 minutos depois elas saem da casa e carregam com dificuldades uma sacola. A PM acredita se tratar de partes do corpo do idoso.
As duas foram presas na Praça da Gazeta, centro de Mossoró. Segundo o delegado Renato Oliveira, de Apodi, as suspeitas tentavam ir para a cidade de Pau dos Ferros. "Quando os agentes chegaram, elas estavam prestes a pegar um táxi", relatou o delegado. Ainda segundo Oliveira, a polícia conseguiu chegar até a dupla através de denúncias da população. "Desde sábado recebemos centenas de denúncias", contou.
O corpo de Augusto Fernandes de Freitas, que era aposentado e vivia em Apodi há três anos, foi encontrado dividido ao meio e queimado, dentro das ruínas de uma antiga pousada, localizada por trás do Cemitério Público de Apodi.

Fonte: G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário