quinta-feira, 23 de junho de 2016

Após cinco dias de confrontos entre facções morre homem mais perigoso do José Sarney

Morreu na tarde desta quinta-feira (23), no Loteamento Jose Sarney, Lúcio Cesar Araújo da Costa, o “Lúcio do Sarney”, como era mais conhecido. Ele veio a óbito pós ter sido baleado em uma intensa troca de tiros, entre facções que disputam os pontos de venda de drogas naquela comunidade.
Segundo informações da Polícia Militar, ele foi atingido por três disparos no peito, desferido por um desafeto, que por conta da lei do silêncio, não foi identificado, mas moradores que não quiseram ser identificados, disseram a redação do 190rn que os assassinos, faziam parte de um grupo que tenta comandar o tráfico de drogas na comunidade.
A rixa entre as Facções PCC e Sindicato do RN, também é atribuída a situação vivida naquela comunidade e a alguns meses o portal 190rn.com, já havia mencionado os crimes associados a essa disputa liderada pelos lados dos “Cavalos” e do “Campo”, onde foi relatado a declaração de guerra entre os integrantes das facções, que moram naquela comunidade.
Veja Matérias:
PCC e SINDICATO DO RN declaram guerra dentro do Loteamento José Sarney 
Após ordem do PCC chacina pode acontecer nos próximos dias no Lot. José Sarney
Nos últimos dias, mais três ocorrências associada a essa disputa foram registradas, onde no início da semana um jovem sofreu uma tentativa de homicídio e procurou abrigo no Posto de Saúde do Conjunto Nova Natal, causando tumulto no local e nos períodos da tarde e noite desta quarta-feira, duas trocas de tiros foram registradas dentro da comunidade do Sarney.
E na tarde desta quinta, os infratores se confrontaram novamente, resultando na morte do Lúcio, que já teve seu irmão Lindolfo assassinado e os dois eram suspeitos de chefiarem do tráfico na região durante mais de uma década.
Lucio Cesar foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas segundo os funcionários da unidade, apesar de ter dado entrada, consciente e falando, não resistiu morrendo na unidade hospitalar.

Fonte: 190/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário