quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Polícia aponta ex-marido como mandante da morte de empresária potiguar

Confira vídeo com a fala do Delegado Deral Adjunto e do Diretor da DEICOR
Uma investigação da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) e da Delegacia Municipal de Pedro Velho, com apoio das Polícias Civis de Alagoas e de Sergipe resultou na prisão, nesta quarta-feira (06), de Geraldo Pereira Júnior, 24 anos, suspeito de participação no homicídio da empresária Maria da Conceição de Lima Barbosa, 56 anos, no dia 07 de novembro, na cidade de Pedro Velho, interior do Rio Grande do Norte.
No dia 17 de janeiro, a Polícia Civil apresentou, em entrevista coletiva, dois suspeitos de participação neste homicídio. Na ocasião, foram apresentados Fábio de Souza Santos, conhecido como Fábio “Xuxa”, apontado como autor dos disparos contra Maria da Conceição, e Lucio Silva Calazans Júnior, identificado por ter alugado um dos carros utilizados na ação criminosa. A Deicor chegou até Geraldo Júnior, conhecido como “Juninho”, que foi preso na cidade de Arapiraca, em Alagoas. Em depoimento, ele afirmou que em determinado local os criminosos mandaram Maria da Conceição descer do veículo e atiraram no momento em que ela estava de costas.
Um desdobramento da investigação identificou que, na dinâmica do crime, os suspeitos vieram até o Rio Grande do Norte no dia 25 de Setembro de 2017, cerca de um mês antes do crime, com a intenção de fazer o levantamento da rotina da vítima. Para essa ação, dois veículos foram alugados na cidade de Santo Antônio, interior do RN. O aluguel destes veículos ocorreu em nome de Luiz Hugo Vital Barbosa, 57 anos, ex-companheiro de Maria da Conceição.
Apontado como o mandante pela morte da empresária, Luiz Hugo morreu em um acidente de carro na BR-101, nas proximidades do município de São José de Mipibu, um dia após saber que os autores do homicídio teriam confessado participação no crime.
Uma das armas utilizadas no crime, um revólver calibre 38, foi apreendido pela Deicor.

Fonte: Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário