domingo, 20 de maio de 2018

Sargento da PM chora ao confessar que matou a mulher

Em depoimento prestado na tarde desta sexta-feira (18), a delegada Andreia Oliveira da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa, o Sargento da Polícia Militar, Ney Jeferson da Silva, de 43 confessou ter assassinado a mulher, mas disse está arrependido e não lembrar do que aconteceu antes e durante o crime.
O policial declarou a delegada que estava alcoolizado, sabe que afetuou os disparos contra a companheira Rosivânia Maria, mas não lembra como tudo aconteceu antes e quando ocorreu o assassinato. "Durante o depoimento ele chorou algumas vezes se mostrando arrependido por ter cometido o crime", disse
O Sargento Ney foi para a delegacia acompanhado de um advogado e uma equipe do 9° Batalhão. Após se apresentar espontaneamente o policial seguiu para o comando geral onde deverá ficar preso temporariamente.

Fonte: Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário