terça-feira, 4 de julho de 2017

Centro de Operações de Segurança do RN tem 29 câmeras desligadas após fim de contrato

O Ciosp funciona no prédio da Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado, na Zona Sul de Natal.  (Foto: PM/Divulgação)
O Ciosp funciona no prédio da Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado, na Zona Sul de Natal. (Foto: PM/Divulgação)
O Centro Integrado em Operações de Segurança Pública do Rio Grande do Norte teve 29 câmeras de monitoramento desligadas, no último domingo (2). O coronel Kleber Caldas Macedo, comandante do Ciosp, afirma que as câmeras foram desligadas após encerramento de contrato com uma empresa terceirizada que prestava serviço.
No entanto, de acordo com ele, o serviço de monitoramento continua funcionando, pois o Ciosp dispõe de outras 30 câmeras próprias e ainda conta com convênio firmados com prefeituras.
"O prazo de prestação de serviço dessa empresa terceirizada terminou e o contrato não podia ser renovado. Então, as câmeras foram desligadas do Ciosp. Claro que quando isso acontece sempre existe algum tipo de prejuízo, mas estamos trabalhando para fortalecer e aumentar esse monitoramento em todo o estado", comenta o coronel Macedo.
O oficial da Polícia Militar explica que, além das 30 câmeras próprias que o Ciosp dispõe, nesta terça-feira (4) estão funcionando também 9 câmeras integradas da prefeitura de São Gonçalo do Amarante integradas ao Centro e, nesta quarta-feira (5), 50 câmeras da prefeitura de Natal voltarão a fazer parte do monitoramento do Ciosp.
"Além disso, está em andamento um processo de aquisição de mais 140 câmeras, através do programa Governo Cidadão. Esse processo está em fase de licitação e acreditamos que até o fim deste mês ele seja finalizado para que as câmeras sejam instaladas", informou.

Fonte: G1 RN
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário