segunda-feira, 19 de junho de 2017

Acusado de participação na morte de radialista em Caicó, ex-pastor vai a júri em Natal

Gilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico  (Foto: Rosivan Amaral)
Gilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico (Foto: Rosivan Amaral)
 O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte marcou para o dia 5 de julho, em Natal, o julgamento do ex-pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral, um dos acusados de planejar o assassinato do radialista Francisco Gomes de Medeiros, mais conhecido como 'F. Gomes'.
O crime aconteceu em 18 de outubro de 2010, em Caicó. O júri popular, antes marcado para ser realizado em Caicó, mudou de data e local após o juiz acatar pedido de desaforamento.
A decisão de mudar o júri de Caicó para Natal ocorreu à unanimidade de votos e em concordância com parecer do Ministério Público. No pedido, a defesa do ex-pastor alegou, dentre outros pontos, que “há fundadas dúvidas sobre a imparcialidade do júri, diante do clamor popular e da repercussão social que teve o homicídio de F. Gomes”.
Atualmente, Gilson Neudo está preso em Caicó. Não pela morte de F. Gomes, mas pela suspeita de tráfico de drogas. 

Fonte: G1 RN
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário