sábado, 6 de maio de 2017

Policial civil acusado de matar colega em Natal é transferido de volta para o RN

O policial civil será transferido de volta por não responder a processos em Pernambuco (Foto: Divulgação/PF)
A polícia pernambucana deu início à transferência do policial civil Tibério Vinícius Mendes de França, preso pela morte do também policial civil Iriano Serafim Feitosa, de volta para o Rio Grande do Norte. Segundo o diretor da Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape), Zemilton Pinheiro da Silva, Tibério não responde a nenhum processo em Pernambuco e por isso será transferido para Natal.
O policial será transferido do Centro de Observação e Triagem Criminológica Professor Everaldo Luna (Cotel), prisão da região metropolitana de Recife, para o Presídio Provisório Raimundo Nonato, na Zona Norte da capital potiguar.
O crime
Iriano foi assassinado no dia 3 de fevereiro de 2016 no conjunto Cidade Satélite, em Natal. Ele e a esposa passavam de carro pela Av. Xavantes quando foram atacados. “Esse policial se aproveitou de um descuido do meu marido. Ele se aproximou sozinho em uma moto e, sem parar, efetuou vários disparos”, relatou a esposa, a advogada Ana Paula Nelson, que também foi baleada.
Preso no dia 22 de março do mesmo ano, Tibério França conseguiu fugir da prisão onde estava detido na Zona Norte da cidade em junho. Ele acabou sendo recapturado no mês seguinte no município de Cabrobó, que fica no sertão de Pernambuco.

Fonte: G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário