quinta-feira, 13 de abril de 2017

Sem arrependimento, adolescente disse ter matado vigilante do IFRN para assaltar

 
Uma equipe de policiais civis da Delegacia de Apodi apreenderam, nesta quarta-feira (12), um adolescente de 17 anos pelo latrocínio do vigilante do IFRN de Apodi, Francisco Cabral Neto, assassinado com seis tiros por duas pessoas em uma moto, na manhã desta terça-feira (11), na calçada de sua residência, localizada no bairro Betel, em Apodi.
Através de investigações, comandadas pelo delegado de Apodi Renato Oliveira, os policiais civis identificaram e apreenderam o adolescente, que confessou ser o autor do crime, sendo ele integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital. Em sua rede social, o jovem faz apologia ao crime e a facções criminosas.
A apreensão foi realizada através de denúncias anônimas repassadas ao Disque Denúncia da Polícia Civil de Apodi pelo aplicativo WhatsApp Messenger de número (84) 99119-0123.
O adolescente foi conduzido ao Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) de Mossoró, onde foram apontados, através de exame pericial, resquícios de pólvora na mão do jovem. Segundo o delegado Renato Oliveira, o adolescente confessou que não se arrepende do crime e que o teria cometido juntamente com outro comparsa com o objetivo de roubar a motocicleta do vigilante, tendo este reagido ao crime e sido alvejado. O adolescente de 17 anos foi autuado por crime análogo de latrocínio.

Fonte: Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário