quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Dezessete agências bancárias foram explodidas em 45 dias no RN

 
As polícias Militar e Civil registraram nos primeiros 47 dias do ano de 2017 dezessete casos de agências bancárias explodidas em todo o Rio Grande do Norte, a maioria em cidades do interior do Estado. As frequentes investidas de assaltantes nesse tipo de crime revela a ineficiência na prevenção e nas investigações para combater essas quadrilhas.
De acordo com dados coletados com as polícias, do dia 05 de Janeiro até o dia 22 de Fevereiro várias cidades foram alvo de quadrilhas fortemente armadas e que utilizaram de explosivos para efetuar os saques. Os municípios de Baraúna, Cerro-Corá, Japí, Tangará, Lages, Campestre, Umarizal, Santa Cruz, São Paulo do Potengi, Florânia, Apodi, Extremoz, Serra Negra e Santana do Matos não escaparam dos criminosos que nesses casos fugiram sem deixar piatas.
A reportagem do PortalBO conversou com o delegado geral da Polícia Civil do Estado sobre o assunto, Clayton Pinho relatou que de certo houve um crescimento nesses casos, mas três equipes da ( DEICOR) Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado estão trabalhando para dar uma resposta a altura nos próximos dias. "O trabalho de investigação conta com o apoio da Polícia Federal e os nossos delegados e agentes não estão medindo esforços para frear essas ações. Em breve teremos resultados para apresentar", disse.
O comando da Polícia Militar aguarda a efetivação de novos policiais através de concurso público previsto para os próximos meses e com isso fortalecer os destacamentos, companhias, pelotões e Batalhões em todo o RN. Para as associações representativas de praças o baixo efetivo nessas cidades é uma ameaça iminente para os policiais que trabalham tentando garantir a ordem.

Fonte: Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário