sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Comandante do Exército faz crítica pública e fala em crise ética

Eduardo-Villas-Bôas
Nem quem comanda a trincheira de Michel Temer anda satisfeito com a situação política-econômica do país.
Em sua mensagem de final de ano, o comandante-geral do Exército, general Eduardo Villas Bôas, não se segurou. Antes de felicitar seus comandados, afirmou que o Brasil atravessa uma “persistente crise política, econômica e sobretudo ética”.
E para o comandante, dias piores virão.
“Vislumbro para o ano que se aproxima o agravamento das dificuldades que assolam o país, com reflexo negativo no nosso orçamento e nos nossos salários”.

Fonte: Veja por Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário