sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

“A vítima estacionou o carro no canto errado e acabou morta pelos cinco irmãos”, diz Polícia

Uma equipe de policiais civis da Delegacia Municipal de Pedro Velho deflagrou a Operação Bárbaros, nesta quarta-feira (08), e prendeu cinco irmãos que são suspeitos de terem matado a pessoa de Luiz Antônio e de terem praticado uma tentativa de homicídio contra Antônio Gerônimo, conhecido como “Toinho”. A vítima morta era tio de Antônio Gerônimo. Os irmãos foram presos em cumprimento a mandados de prisão preventiva.
Foram detidos Josiel Fidélis dos Santos, conhecido como “Del”, 36 anos; José Carlos Fidélis dos Santos, conhecido como “Carlinhos”, 39 anos; Junior Fidélis dos Santos, conhecido como “ Nego Du”, 29 anos; Alexandre Fidélis dos Santos, vulgo “Xandi”, 23 anos e José Leonardo Fidélis dos Santos, vulgo “Zé”, 26 anos.
As investigações da Polícia Civil descobriram que no dia do crime, os irmãos estavam bebendo na casa de “Del” e que uma das pessoas que participava da comemoração estacionou um veículo em frente a casa de Antônio Gerônimo, que reclamou com os irmãos. Houve uma discussão, os irmãos saíram armados com facas e Antônio Gerônimo decidiu pegar uma espingarda de soca para proteger-se. Porém, os irmãos conseguiram entrar na casa da vítima e começaram a agredir com facadas. O tio de “Toninho” correu até a casa do sobrinho para socorrer, mas acabou sendo atacado pelos irmãos. Luiz Antônio não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Antônio Gerônimo apesar de ter levado 11 facadas, resistiu.
Os policiais civis descobriram que as facas, usadas pelos irmãos para a prática dos crimes, foram entregues aos mesmos por Maria Aparecida de Lima, conhecida como “Cidinha”, esposa de “Del”. Ela foi presa no dia 28 de novembro deste ano, na casa da sogra.

Fonte: 190/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário