O Repórter do Povo

quarta-feira, 31 de julho de 2013

OPERAÇÃO PRENDE BANDIDOS E ARMAS

As polícias Civil e Militar continuam em diligências no Maciço de Baturité na tentativa de localizar a quadrilha responsável pelos dois ataques a bancos ocorridos naquela região do Interior cearense nos últimos cinco dias. Até a noite passada, as operações de cerco e de investigação continuavam e oito pessoas estavam detidas, além da apreensão de diversas armas de fogo.
As diligências entraram pela madrugada de hoje, mobilizado equipes da Polícia Militar, através do Policiamento ostensivo geral da 2ª Companhia do 4º BPM (Baturité), Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), Comando Tático Rural (Cotar) e da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da segurança Pública e Defesa Social. Ainda na noite passada, o delegado Romério Moreira de Almeida, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) informou à Reportagem, por telefone, que o trabalho de investigação continuava na região e já havia alguns suspeitos identificados. Os nomes, porém, foram mantidos em sigilo pela Polícia. 
Por volta das 22 horas, os detidos durante a operação foram encaminhados à DRF, assim como as armas apreendidas, entre elas, fuzis, pistolas e revólveres, além de munição.
Ataques
O primeiro roubo ocorreu na sexta-feira passada contra a agência do Bradesco de Redenção. Na segunda-feira, foi a vez do ´alvo´ ser o Banco do Brasil de Baturité, onde houve explosão dos caixas eletrônicos e do cofre-forte.

Fonte: DN por Combate Policial